Ano 2016 - Volume 38, Número 4


Título
Protocolo de pré-sincronização hormonal em vacas mestiças no período pós-parto, 38(4):353-357
Autores

Resumo
RESUMO. Almeida I.C., Sobreira R.R., Oliveira F.A., Garcia Y.L., Madureira A.P., Barioni G. & Siqueira J.B. [Pre-synchronization protocol in crossbred cows in the postpartun period.] Protocolo de pré-sincronização hormonal em vacas mestiças no período pós-parto. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 38(4):353-357, 2016. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Espírito Santo, Alto Universitário s/n, Caixa Postal 16, Alegre, ES 29500-000, Brasil. E-mail: almeidaicvet@gmail.com

Avaliou-se a eficiência do protocolo hormonal de pré-sincronização em vacas mestiças no pós-parto, quanto a dinâmica folicular e eficiência reprodutiva. No grupo controle (GC; n=45) os animais foram submetidos ao protocolo de inseminação artificial em tempo fixo (IATF), composto de progesterona, estradiol, prostaglandina e gonadotrofina coriônica equina. No grupo tratamento (GT; n=47) os animais foram submetidos ao protocolo hormonal para pré-sincronização, a base de progesterona (implante reutilizado por 24 dias) e estradiol, antes da IATF, sendo o protocolo de IATF idêntico ao GC. Não houve diferença (P˃0,05) no número de folículos nos dias avaliados entre os tratamentos. Não houve efeito (P˃0,05) do tratamento sobre o diâmetro do folículo no momento da IATF, (GT = 12,5 ± 1,61mm e GC = 11,9 ± 2,26mm). Não houve diferença (P˃0,05) na taxa de ovulação (GT = 88,8% e GC = 75%) e taxa de prenhez, (GT = 53,84% e GC = 38,46%). Houve diferença (P˂0,05) na taxa de prenhez entre as vacas primíparas (23,07%) e multíparas (69,23%) para o GT. O uso do protocolo de pré-sincronização hormonal não apresentou diferenças acentuadas nos padrões avaliados da dinâmica folicular. As vacas multíparas obtiveram taxa de prenhez superior as vacas primíparas para o grupo tratamento.
Download / Visualização