Ano 2016 - Volume 38, Número 3


Título
Perfil de exames citológicos, sensibilidade e especificidade da punção por agulha fina para amostras cutâneas e subcutâneas em cães, 38(3):311-315
Autores

Resumo
RESUMO. Coleto A.F., Moreira T. de A., Gundim L.F., Silva S. de A., de Castro M. de R., Bandarra M. de B. & Medeiros-Ronchi A.A. [Profile cytological tests, sensibility and specificity of fine needle puncture into skin and subcutaneous samples in dogs.] Perfil de exames citológicos, sensibilidade e especificidade da punção por agulha fina para amostras cutâneas e subcutâneas em cães. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 38(3):311-315, 2016. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal de Uberlândia, Rua Ceará s/n - Bloco 2D, Sala 3, Campus Umuarama, Uberlândia, MG 38400-902, Brasil. E-mail: arlindacoleto@hotmail.com

A citologia tem sido rotineiramente usada na clínica veterinária e possui boa correlação com o exame histológico. Objetivou-se realizar um estudo retrospectivo dos exames citológicos no período de seis anos e posteriormente calcular acurácia, sensibilidade e especificidade do exame de citologia para neoplasias em amostras cutâneas e subcutâneas coletadas por PAF (Punção por Agulha Fina) em cães, utilizando a histologia como padrão-ouro. A espécie canina foi a mais frequente em 92,2% (736/798). A PAF foi a técnica mais utilizada em 84,0% (814/968). As amostras mais frequentes foram provenientes do Sistema Tegumentar em 36,1% (344/951). Houve 67,0% (36/53) de acordo entre os exames. A sensibilidade da citologia para o diagnóstico de neoplasias foi de 77% (moderada) e a especificidade 12,5% (baixa), sendo o VPP 83% e o VPN 9,0%. A citologia é o exame mais utilizado em lesões cutâneas e subcutâneas em cães e a PAF é a técnica mais utilizada. O exame é recomendado como método de triagem devido à sua alta sensibilidade.
Download / Visualização