Ano 2016 - Volume 38, Número 3


Título
Reabsorção odontoclástica em dois cães - Relato de caso, 38(3):281-286
Autores

Resumo
RESUMO. Gneiding J.E.B. de O., Gneiding B., Lucioli J., Pimpão C.T. & Prado A.M. do R.B. [Odontoclastic resorption in two dogs - Case report.] Reabsorção odontoclástica em dois cães - Relato de caso. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 38(3):281-286, 2016. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, BR 376 Km 14, São José dos Pinhais, PR 83010-500, Brasil. E-mail: joseeduardo@veterinario.med.br

Com maior frequência as lesões por reabsorção odontoclástica (LRO), vêm sendo observadas em cães ao redor do globo. Apesar de ser uma doença relativamente comum nos felinos, raramente relatada na espécie canina. Talvez a falta de relatos esteja relacionada com a não realização de radiografias intraorais durante tratamentos odontológicos em clínicas e hospitais veterinários. A LRO se caracteriza por apresentar sintomas como: halitose, disfagia, ptialismo, anorexia, desidratação, perda de peso, letargia, meneios de cabeça, espirros e trismos mandibulares. Estes sintomas podem ser confundidos com uma doença periodontal grave, uma vez que nas duas situações, frequentemente se faz presente uma quantidade maciça de cálculo dentário, o que, geralmente, dificulta o diagnóstico mediante o exame físico exclusivamente. Este artigo descreve dois casos de LRO em cães, atendidos na Unidade Hospitalar de Animais de Companhia (UHAC), da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) campus São José dos Pinhais, que apresentaram resultados satisfatórios após tratamento exodôntico.
Download / Visualização