Ano 2016 - Volume 38, Número 1001


Título
Neurofibrossarcoma em papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) - Relato de caso, 38(Supl.1):115-119
Autores

Resumo
RESUMO. Pachaly J.R., De Conti J.B., Werner P.R., Sanches A.W.D., Montiani-Ferreia F., Santos A.L.Q., Germano R.M. & Voltarelli-Pachaly E.M. [Neurofibrosarcoma in a blue-fronted amazon-parrot (Amazona aestiva) - Case report.] Neurofibrossarcoma em papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) - Relato de caso. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 38(Supl.1):115-119, 2016. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Paranaense, Campus Umuarama, Praça Mascarenhas de Moraes, 4282, Zona III, Umuarama, PR 87502-210, Brasil. E-mail: pachaly@uol.com.br

Em 2002 um papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) legalmente mantido como animal de estimação, de sexo indeterminado, com 22 anos de idade e pesando 0,3 kg, foi atendido em função de apresentar uma grande massa localizada na região cervical submandibular esquerda. Indicou-se cirurgia, e o animal foi anestesiado pela injeção intramuscular da associação de cloridrato de cetamina (80 mg/kg) e cloridrato de xilazina (8 mg/kg). O tumor tinha localização subcutânea, pouco suprimento sanguíneo e foi facilmente excisado. Os vasos maiores foram ligados, e o tecido subcutâneo e a pele foram suturados com fio categute #3.0. Uma fina camada de adesivo de cianoacrilato foi aplicada sobre a sutura cutânea, como proteção adicional contra automutilação. Sete dias após a intervenção a ave se encontrava em boas condições gerais e as suturas cutâneas foram removidas. Ao exame histopatológico, observou-se proliferação neoplásica de origem mesenquimal, com células alongadas dispostas em feixes entrelaçados e espirais, assemelhando-se a fibroblastos, com núcleos atípicos fusiformes e pouco pleomórficos. As células neoplásicas mostravam discretos sinais de anaplasia, como pleomorfismo, anisocariose, núcleos atípicos e índice mitótico de mais de três figuras mitóticas por campo. Focos necróticos ocasionais foram vistos, como áreas acelulares algumas vezes circundadas células neoplásicas com tendência a formar paliçada (corpúsculos de Verocay). Em função da semelhança com células da bainha nervosa periférica, realizou-se procedimento histoquímico especial para proteína S-100, com resultado negativo. Assim, o diagnóstico foi neurofibrossarcoma de baixo grau, lesão neoplásica muito rara em aves do grupo dos psitacídeos. Examinado novamente 154 meses após a excisão do tumor, o animal se encontrava em boas condições gerais, e nenhum sinal de outra massa neoplásica foi encontrado.
Download / Visualização