Ano 2016 - Volume 38, Número 1001


Título
Fisiopatologia e tratamento de hérnia abdominal iatrogênica em felino - Relato de caso, 38(Supl.1):26-32
Autores

Resumo
RESUMO. Faria B.G.O., Oriá A.P., Martins Filho E.F., Conceição D.G., Dórea Neto F.A., Quessada A.M., Carneiro R.S. & Costa Neto J.M. [Pathophysiology and treatment of iatrogenic abdominal hernia in feline - a Case report.] Fisiopatologia e tratamento de hérnia abdominal iatrogênica em felino - Relato de caso. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 38(Supl.1):26-32, 2016. Programa de Pós-Graduação Ciência Animal nos Trópicos, Universidade Federal da Bahia, Av. Ademar de Barros, 500, Ondina, Salvador, BA 40170-110, Brasil. E-mail: jmcn@ufba.br

Descreve-se a fisiopatologia de hérnia abdominal laterodorsal iatrogênica ocorrida em felino de dois anos e sete meses de idade, tendo como fator predisponente a fragilidade muscular da parede abdominal lateral direita, decorrente da cicatrização deficitária de abscesso intramuscular pós-vacinal, ocorrido aos quatro meses de idade. Posteriormente, um quadro de constipação crônica, ocasionado por fecaloma, foi o fator desencadeante, responsável pelo aumento da pressão intra-abdominal e consequente formação do processo herniário. Em referência ao tratamento cirúrgico, considerando o comprometimento tecidual da musculatura abdominal e a tensão tecidual observada após a sua síntese, optou-se pelo emprego de centro frênico equino conservado em glicerina para o adequado reforço desta estrutura. A análise do caso, destaca o valor da anamnese, essencial para a formulação diagnóstica e para o estabelecimento das condutas terapêuticas. A descrição da fisiopatologia, além de reforçar o conceito do envolvimento da pressão intra-abdominal na gênese das hérnias abdominais, elucida o diagnóstico iatrogênico da hérnia em particular. Em tempo, notabiliza a efetividade do uso da membrana biológica, no caso, centro frênico equino conservado em glicerina na reparação da parede abdominal.
Download / Visualização