Ano 2016 - Volume 38, Número 2


Título
Perfil de sensibilidade de Staphylococcus spp. isolados de alimentos de origem animal ao extrato bruto e a fração proteica obtida de Lippia alba (Mill.) N.E. Brown, 38(2):163-167
Autores

Resumo
RESUMO. Bandeira M.G.L., Rebouças G.G., Oliveira-Filho R.D., Abrantes M.R., Silva M.D.C. & da Silva J.B.A. [Sensitivity profile of Staphylococcus spp. isolated from food of animal origin to extract and protein fraction obtained from Lippia alba (Mill.) N.E. Brown.] Perfil de sensibilidade de Staphylococcus spp. isolados de alimentos de origem animal ao extrato bruto e a fração proteica obtida de Lippia alba (Mill.) N.E. Brown. Revista Brasileira de Medicina Veterinária, 38(2):163-167, 2016. Curso de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal Rural do Semiárido, Av. Francisco Mota 572, Mossoró, RN 59625-900, Brasil. E-mail: rocienevet3@hotmail.com

Em razão do grande aumento da resistência de micro-organismos patogênicos a múltiplas drogas, é crescente a busca por alternativas naturais. A Lippia alba (Mill.) N.E. Brown, conhecida como Erva Cidreira é utilizada popularmente para diversos fins terapêuticos. Com isso, objetivou-se com este trabalho avaliar o potencial antibacteriano de antibióticos e preparações proteicas obtidas de Erva Cidreira (Lippia alba (Mill.) N.E. Brown) em Staphylococcus spp. provenientes de alimentos de origem animal. Foram isolados Staphylococcus spp. de 23 amostras de alimentos diversos. As bactérias foram submetidas a técnica de antibiograma de difusão em ágar, com os seguintes antibióticos: Oxacilina, Gentamicina, Amicacina, Cefalexina e Ampicilina. Em seguida foi realizada a avaliação do potencial antibacteriano de duas concentrações de proteínas, obtidas do extrato bruto e de uma fração com 60-90% de saturação em sulfato de amônio. Foi observada resistência de 100% das cepas a ampicilina. Com relação aos antimicrobianos Amicacina, cefalexina, Gentamicina e Oxacilina, houve 8%, 8%, 13% e 87% de cepas resistentes, respectivamente. Nos ensaios com as proteínas do extrato bruto e da fração com 60-90% de saturação em sulfato de amônio, 17,3% e 56,5% das cepas foram inibidas, respectivamente. Poucos estudos associam o uso da Erva Cidreira a inibição de micro-organismos em alimentos e os resultados deste trabalho indicam sua relevante atividade antibacteriana, principalmente em cepas multirresistentes. A Erva Cidreira pode ser de grande importância para a indústria de alimentos, sendo um potencial conservante natural para alimentos.
Download / Visualização